CAPTAR A PAISAGEM

CAPTAR A PAISAGEM

Horário: 15 sessões (45h) | de 03 de fevereiro a 28 de março de 2015 (terças, quintas e sábados) | Pós-laboral (terças e quintas)

Sessões de 03, 05, 10, 12 e 19 de fevereiro de 2015 (terças e quintas): das 19h30 às 22h30

Sessões de 26 de fevereiro, 05, 12, 19 e 26 de março de 2015 (quintas): das 19h30 às 22h30

Sessões de 28 de fevereiro, 07, 14, 21 e 28 de março de 2015 (sábados): manhã

Curso Livre

Formadores: Ricardo LEITE, Domingos LOUREIRO e Sofia TORRES

RICARDO LEITE

Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, concluída em Outubro de 1999, com média final de 14 valores. Assistente Convidado na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto desde 2010 na Unidade Curricular Atelier I – Pintura. Assistente Convidado na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto em 2009/10 e desde 2011 em Desenho I.

DOMINGOS LOUREIRO

Professor Assistente Convidado na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Mestre em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Doutorando em Arte e Design na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Recebeu o prémio Dr. Gustavo Cordeiro Ramos, pela Academia Nacional de Belas Artes em 2013. Membro investigador do I2ads.

SOFIA TORRES

Professora Assistente Convidada na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto onde lecciona a unidade curricular de Atelier II. Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, 2003/2008. Efectuou estudos na Accademia di Belle Arti di Bologna, em Itália, ao abrigo do programa Erasmus – 2006/2007. Mestrado em Pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, 2008/2010. Aluna do Doutoramento em Arte e Design na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e membro colaborador do I2ADS (Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade). Desde 2005 participa em várias exposições individuais e colectivas em território nacional e internacional.

 

Destinatários
É uma formação direccionada a todos os alunos da FBAUP e a participantes já com algum grau de experiência a nível da pintura e que desejem ampliar a sua experiência curricular e aprofundar conhecimentos a nível de determinadas tecnologias enquadradas no processo pictórico da pintura. (Ver CONDIÇÕES DE ACESSO).

 

Inscrição: 45,00 Euros

Propinas:
Estudantes, Docentes e Funcionários UP/FBAUP: 2 prestações de 72,50 Euros |
Público em Geral: 2 prestações de 87,50 Euros |
Seguro escolar: 2,00 Euros |

 

INSCRIÇÕES ATÉ 19 DE JANEIRO DE 2015

Candidaturas e Inscrição

Para candidatar-se, selecione a opção INSCRIÇÕES ONLINE

 

Objectivos
O género de pintura de paisagem é dos mais comuns entre os artistas, com uma longa tradição e história. Apesar da sua frequência, são muitos os aspetos que os artistas valorizam para a caracterizar, sendo menos unânime a sua significação. O curso de pintura CAPTAR A PAISAGEM procura perceber alguns destes aspetos como a luz, a atmosfera, a perspectiva, a composição e o enquadramento, valorizando a capacidade expressiva do autor.

Técnicas:

– óleo (sessões de 03, 05, 10, 12 e 19 de fevereiro de 2015);

– óleo, acrílico, aguarela, pastel seco (à escolha do participante) nas sessões restantes.

Competências e resultados da aprendizagem
Esta formação pretende proporcionar ao discente novos elementos e experiências de aprendizagem dentro da prática da pintura – especificamente dentro desta temática particular. O aluno após esta formação deve ser capaz de:
– entender e saber como aplicar alguns dos principais parâmetros de abordagem da pintura de paisagem, valorizando aspetos expressivos e salientando da importância da luz, atmosfera, composição, perspectiva e enquadramento para uma correcta e consciente aplicação pictórica deste género de pintura.

 

Conteúdos programáticos:

Os enquadramentos

Escala de valores: claros, médios e escuros.

O formato: retângulo vertical, retângulo horizontal e quadrado.

Regras fundamentais da perspetiva atmosférica.

Paisagem campestre e paisagem urbana.

O programa está dividido em duas partes que correspondem a dois momentos: Parte I – formação básica em contexto de atelier; Parte II – Compreensão dos fenómenos lumínicos e expressivos da pintura em atelier e em ar livre.

 

Parte I – Docente Ricardo Leite

Sessão 1

Apresentação do programa. (Participação de todos os docentes)

 

Informação introdutória relativa aos materiais e utensílios da técnica da pintura a óleo (tintas, pigmentos, diluentes, pincéis, paleta, espátula e suportes).
Exercício sobre tom e valor – o uso dos pincéis, a mistura das tintas e a aplicação no suporte.
A saturação e o tom.
Uma abordagem às características marcantes das tintas a óleo: a variedade das consistências, as transparências e as opacidades.

Material extra: uma fotocópia A4, a cores, de uma pintura a dar a conhecer antes da primeira aula.
Régua, lápis e carvão vegetal.
Suporte: folha A2 de papel para óleo.

2ª Sessão

O enquadramento e o formato (retângulo horizontal, retângulo vertical e o quadrado).
A afinação dos claros médios e escuros de modo a obter uma larga e gradual escala de valores.

3ª Sessão

As diferentes consistências das tintas articuladas com as opacidades, pastosidades e as transparências.

4ª Sessão

O tom e o valor – “em busca de uma harmonia” –
Introdução ao esboço.

5ª Sessão

As texturas das tintas e a coerência pictórica
Análise aos resultados obtidos

Parte II

Docentes: Domingos Loureiro e Sofia Torres
As aulas são divididas entre o trabalho em atelier (Sessões 6, 8, 10, 12 e 14) e aulas no exterior (Sessões 7, 9, 11, 13 e 15). Nesse sentido, os formandos serão responsáveis pelo transporte dos seus materiais todas as sessões.

As sessões em atelier pressupõem a preparação de suportes para trabalhar na sessão de exterior. Serão ainda tratados aspetos de ordem formal e teórica levantados na sessão de exterior, bem como a conclusão de alguns exercícios iniciados na sessão anterior.

Os materiais são diversos, de acordo com os interesses individuais: acrílico, óleo, aguarela, pastel, carvão.

Sessão 6 (Aula em atelier)

Aula teórica sobre a pintura ao vivo. Apresentação dos exercícios a realizar.

Preparação de suportes para pintura ao ar-livre.

Suportes diversos e dimensões variadas, nomeadamente, cartão, papel, mdf, tela.

Sessões 7, 9, 11, 13 e 15 (Aulas de exterior)

As aulas de exterior estão divididas por tema, urbano e natural, dependendo das condições climatéricas. Serão sempre realizadas fora da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em lugares a agendar oportunamente.

Sessões 8, 10, 12 e 14 (Aula em atelier)

Preparação de suportes para aula de exterior.

Tratamento e acabamento dos exercícios realizados anteriormente.

Discussão dos resultados obtidos.

Formação teórica e prática associada à pintura de exterior.

———————————————————————————————————————-

Informações

Condições de acesso
O participante que se candidate a esta formação deve ter conhecimentos mínimos de desenho e pintura.

Pagamento:

1ª  prestação + seguro escolar pagos até 31 de janeiro de 2015

2ª  prestação paga até ao dia 08 de março de 2015

NÚMERO MÁXIMO DE INSCRIÇÕES: 15 (QUINZE)

A SERIAÇÃO DOS CANDIDATOS É FEITA PELA ORDEM DE VALIDAÇÃO DAS INSCRIÇÕES.

Anúncios