DESENHO DE FIGURA HUMANA GRAU I – INICIAÇÃO (2.ª EDIÇÃO)

DESENHO DE FIGURA HUMANA GRAU I – INICIAÇÃO (2.ª EDIÇÃO)

Horário: 34 sessões (68h) | de 25 de fevereiro a 17 de julho de 2015 (quartas e sextas) | Pós-laboral (19h00 – 21h00)

Créditos: 7,5 Créditos ECTS (Curso Livre)

Formadores: Ricardo Leite e Filipe Matos

RICARDO LEITE

Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, concluída em Outubro de 1999, com média final de 14 valores. Assistente Convidado na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto desde 2010 na Unidade Curricular Atelier I – Pintura. Assistente Convidado na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto em 2009/10 e desde 2011 em Desenho I.

FILIPE MATOS

Vive e trabalha em Lisboa. Concluiu o curso de Artes Visuais – Multimédia, Variante Pintura na Universidade de Évora em 2010 e o Mestrado em Ensino de Artes Visuais pela mesma Universidade em 2012. Participou em várias exposições coletivas desde 2009 e apresentou quatro exposições individuais (2011, 2012, 2013 e 2014). Foi vencedor do prémio Abel Manta de Pintura 2011  (1.º e 3.º lugar, Gouveia). Conquistou ainda o 1.º lugar  na  2.ª edição do concurso de Pintura Rápida – Pintar Pavia – 2010. Atribuição de menção honrosa na área de pintura no Concurso Aveiro Jovem Criador 2009.

 

Destinatários:

O curso dirige-se a todos os que estão interessados no desenho da figura humana.

 

Propinas:
Estudantes, Docentes e Funcionários da FBAUP/ UP:
 5 prestações de 97,00 Euros |
Público em Geral: 5 prestações de 108,00 Euros |
Seguro escolar: 2,00 Euros |

INSCRIÇÕES ATÉ 20 DE FEVEREIRO DE 2015

Candidaturas e Inscrição

Para candidatar-se, selecione a opção INSCRIÇÕES ONLINE

Objetivos:

Muito se tem escrito sobre a importância do desenho no ensino. Tendo em conta as suas múltiplas vertentes (desde o vasto domínio do desenho técnico ao artístico), será certamente importante fazer aqui uma apresentação dos propósitos e enquadramento deste curso.

Desenhar  por observação directa será a característica basilar do curso.Os exercícios encadeiam-se num propósito pedagógico cujo principal objetivo é promover a prática do desenho como expressão individual; sensibilizar os participantes para a articulação da percepção com a representação, tendo  em conta os diferentes materiais e os seus meios expressivos .

Desenvolver as capacidades críticas dos participantes no confronto seja no que diz respeito aos resultados obtidos no decorrer das aulas, seja no que se refere à visualização de reproduções ou originais.

Programa:

– O sentido táctil/ introdução – a experiência do contorno.
– O desenho de contorno cruzado.
– Desenho gestual – introdução ao movimento da figura.
– A figura em movimento.
– A articulação de desenho de movimento e desenho de contorno.
– Desenho de movimento e contorno cruzado.
– Desenho de peso.
– Desenho de modelação.
– Desenho de sequência de poses/gestual ou movimento.
– Desenho de sequência de poses/gestual ou movimento com modelação.
– Estudo de forma com modelação.
– Medidas e proporções.
– Movimento e desenho gestual/contorno rápido.
– Desenho gestual e desenho de modelação.
– Intensificação do desenho de contorno tornando-o mais lento.
– Variações da figura em movimento.
– Introdução ao estudo do panejamento.
– Estudos de contorno com a figura vestida.
– Desenho gestual prolongado.
– Luz/sombra.
– Luz/sombra- com panejamentos.
– Luz/sombra| Linha e mancha.

Material a trazer na primeira aula

– Lápis de grafite 3B, um afia, molas e 4 folhas A2 de papel de cenário e/ou cavalinho.

A lista da totalidade dos materiais a utilizar durante o curso será apresentada na primeira sessão.

———————————————————————————————————————————————————————–

INFORMAÇÕES

Pagamento:

1ª e última prestações  pagas no ato da inscrição.

Outros pagamentos e prestações seguintes mensais:

02,00 Euros (Seguro);

97,00 Euros (FBAUP/UP);

108,00 Euros (Público em Geral).

3 prestações mensais liquidadas até ao dia 8 de cada mês.

 

Número Máximo de Participantes: 20 (vinte)

A SERIAÇÃO DOS CANDIDATOS É FEITA PELA ORDEM DE VALIDAÇÃO DAS INSCRIÇÕES.

Método de avaliação:

As aulas terão uma componente teórica onde será utilizado o método expositivo, tendo como principal objetivo enquadrar o formando na área de utilização.

A este método acrescentar-se-á o método demonstrativo, através de exercícios práticos, e o interrogativo, de forma a aferir a evolução dos conhecimentos adquiridos ao longo da formação.

O modelo de avaliação inclui uma avaliação individual mediante a realização de um teste final e uma avaliação contínua, contando com os exercícios realizados no decurso da formação.

Certificação:

Aos estudantes com frequência do ensino superior ou com formação graduada será emitido:

– Um certificado de frequência quando não avaliados, embora a atribuição deste certificado dependa da frequência de pelo menos 75% do curso ou da unidade de formação;

– Um certificado de formação contínua a quem frequentou com avaliação e aprovação um curso de actualização de conhecimentos;

Ao público sem frequência universitária ou sem formação graduada é entregue um certificado de frequência como curso livre.

Anúncios