REALIZAÇÃO GARANTIDA! NOVAS TÉCNICAS DE OLARIA

NOVAS TÉCNICAS DE OLARIA

INSCRIÇÕES ATÉ 02 DE MAIO! AINDA HÁ VAGAS!

Horário:  4 sessões (16 Horas) | de 09 a 30 de Maio de 2016 (segunda-feira) | Pós-laboral (17h00 – 21h00)

CURSO LIVRE

Formador: JOÃO LOURENÇO

JOÃO LOURENÇO

A formação de base como ceramista foi feita na olaria do mestre-oleiro Lino Lourenço. Com ele aprendeu os segredos da olaria tradicional: roda de oleiro (torno), preparação de pastas (barro), técnicas de cozedura em forno de lenha, etc.
Mais tarde, fez uma colaboração na Fábrica Escola DÉVICA, propriedade do artista plástico Álvaro Rocha, na produção de cerâmica contemporânea e utilitária com pastas de grés.
Presentemente desenvolve a sua actividade em oficina própria em Oliveira, Barcelos e encontra-se envolvido num projecto de recuperação da “louça preta de Prado”. A “louça preta” é um tipo louça de cor negra, obtida através de cozedura em forno de lenha em atmosfera redutora, com grande tradição em alguns centros oleiros, nomeadamente na região do Minho.

DESTINATÁRIOS:

Alunos de Belas Artes,  Arquitectura e público em geral com experiência elementar na área da cerâmica.

Taxa de Inscrição: 50% do valor total da propina (deduzido ao valor abaixo indicado)

Propinas:
Estudantes , Docentes e Funcionários UP/FBAUP: 95,00 Euros |
Público em Geral: 115,00 Euros |
Seguro escolar: 2,00 Euros |

INSCRIÇÕES: DE 21 DE MARÇO ATÉ 02 DE MAIO DE 2016.

Candidaturas e Inscrição

Para candidatar-se seleccione a opção INSCRIÇÕES ONLINE

OBJECTIVOS
1 – Aprofundar a prática profissional no âmbito da cerâmica artística.
2 – Adquirir conhecimentos no domínio das técnicas avançadas.
3 – Desenvolver a capacidade criativa.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:

1 – Métodos de amassar as pastas cerâmicas;
2 – Centrar o barro no torno;
3 – Técnicas de abertura;
4 – Dar forma às peças;
5 – Construir e desconstruir;
6 – Aplicação de engobes;
7 – Incisões, marcações, e polimento;
8 – Chacotar;
9 – Vidrar.

—————————————————–

INFORMAÇÕES:

NÚMERO MÁXIMO DE PARTICIPANTES: 12 (DOZE)

A SERIAÇÃO DOS CANDIDATOS É FEITA PELA ORDEM DE VALIDAÇÃO (pagamento) DAS INSCRIÇÕES.

NECESSIDADES A COLMATAR PELOS FORMANDOS: ROUPA ADEQUADA OU PROTECÇÃO (AVENTAL, BATA, ETC.)

BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL:

ATKIN,J., 250 Tips, Techniques and Trade Secrets for potters. Barron’s Educational Series. Canada, 2009.
CHAVARRIA, J., Torno. Parramon. Espanha, 2009.
COOPER, E., Lucie Rie: Modernist Potter. Paul Mellon Centre BA, 2012.
COOPER, E., Bernard Leach: Life and Work. Paul Mellon Centre BA. London, 2003.
DEHNERT, B. and LEACH, S., Simon Leach’s Pottery. Handbook. USA, 2013.
FERNANDES, I., SILVA, R.H., e SILVA, R.B., Olaria portuguesa: do fazer ao usar. Assírio & Alvim. Lisboa, 2003.
HELD, P., The Art of Toshiko Takaezu: In the language of silence. The Toshiko Taskaezu Book Foundation. New York, 2010.
KITTO, L.; SIMPSON, P. and SODEOKA, K., The japanesa pottery handbook. Kadansha USA, 2014.
LEACH, B., A potter’s book. Unicorn Press. London, 2015.
PETERSON, S., Shoji Hamada. American Ceramic Society, 2004.
REASON, E., Whell throwing. Lark Crafts. USA, 2012.
SCOTT, M., The potter’s bible. Chartwell books. USA, 2006.
SLIVKA, R. and TSUJIMOTO, K., The art of Peter Voulkos. Oakland Museum Store. USA, 1995.
TAYLOR, L., The ceramics bible. Chronicle Books. USA, 2011.

Anúncios