INSCRIÇÕES ENCERRADAS! POR UM FIO – DINÂMICAS DA LINGUAGEM TÊXTIL

 

Horário: 18 sessões (63 Horas) | de 08 de novembro de 2016 a 28 de março de 2017 (terças) | Pós-laboral (19h00 > 22h30)

 

Créditos: 6 créditos ECTS (aguarda creditação)

 

Formadora: Isabel Quaresma

Nasceu em Lamego. Vive e trabalha no Porto.

Iniciou os seus estudos com o Curso de Design de Moda no Citex (1986) onde posteriormente  lecionou  a disciplina de Design de Moda e desempenhou funções de assistente de coordenação do curso (1987-1996). Estudou em Florença, tendo feito uma pós-graduação em tecelagem na Academia de Moda de Florença (1990).

Durante alguns anos desenvolveu uma forte atividade no âmbito do design têxtil e de moda.­ Foi selecionada para a Contextile 2014, Bienal de Arte Têxtil Contemporânea. É licenciada em Artes Plásticas no ramo de Pintura pela Faculdade de Belas Artes da  Universidade do Porto (2011), onde concluiu o Mestrado em Desenho e Técnicas de Impressão (2014). Atualmente o seu trabalho desenvolve-se entre arte e  design  intersectando  pintura,  desenho,  têxtil e vídeo, interessando-lhe sobretudo trabalhar nos espaços intersticiais  entre as práticas contemporâneas do desenho e  do têxtil.

Expõe regularmente  como artista plástica desde 2002.

http://isabelquaresma.wix.com/isabelquaresma

https://www.facebook.com/isabelquaresmastudio/?fref=ts

 

Destinatários:

Estudantes de Artes Plásticas, Multimédia, Design, Arquitetura, Professores, Artistas e pessoas interessadas na área (preferencialmente indivíduos com formação superior, privilegiando as áreas de pintura, escultura, multimédia ou design e pessoas com formação profissional ou tecnológica nas áreas, têxtil, desenho e artística).

 

Propinas:

Estudantes, Docentes e Funcionários UP/FBAUP: 5 prestações de 77,00 Euros |
Público em Geral: 5 prestações de 96,00 Euros |
Seguro escolar: 2,00 Euros |

 

INSCRIÇÕES ATÉ 25 DE OUTUBRO.

 

Candidaturas e Inscrição

Para candidatar-se, selecione a opção INSCRIÇÕES ONLINE

 

Conteúdos Programáticos:

Este curso pretende abordar os limites que emergem de um trabalho de desenho informado pelos processos têxteis, bem como entender o processo criativo subjacente à tecelagem, malha, estampagem e ao bordado, expandindo-os para o campo artístico contemporâneo. É também objetivo entender os processos têxteis na intersecção com outros campos, principalmente com os meios do desenho num movimento de descontextualização e recontextualização. Perspetivar-se-á o têxtil como uma linguagem exploratória de novos materiais, formas, cores, sensações que se traduzirá no uso de um vocabulário próprio, onde o enraizamento ancestral dos pequenos processos e a mais avançada tecnologia se podem encontrar. Será, então, possível entender a linguagem têxtil não só no campo estético, mas também como um meio de comunicar preocupações sociais, políticas e ambientais.

Pontos a abordar:

  • Introdução às técnicas básicas de manipulação de um tecido.
  • Introdução às técnicas básicas de construção têxtil.
  • Introdução à estamparia e ao tingimento através de tintos alternativos.
  • Bordado – um caso particular de desenho.
  • Exploração da taxonomia da linha e da trama.
  • Relação entre desenho e têxtil: desenho de pesquisa, desenho operativo e desenho informado pelos processos têxteis a partir da aceção de desenho de Bruce Nauman
  • Trama: entre o desenho e o têxtil – o vocabulário partilhado
  • Tempo, Ritmo, Repetição
  • Conexão: o fio como um elemento de ligação na construção de um têxtil e como metáfora para a organização biológica e social
  • O significado de visualidade háptica e a importância do tato nas imagens.
  • Discussão em torno do trabalho seminal de alguns artistas: Annie Albers e a sensibilidade táctil; Eva Hesse – a linha entre o desenho e o têxtil: um olhar disruptivo sobre o corpo; Louise Bourgeois – a insidiosa arte de enodar; Rosemarie Trockel – o desenho como agente transformador da malha num suporte conceptual; Sheila Hicks

GALERIA DE IMAGENS:

 

———————————————————————————————————————

Informações

 

Modo de pagamento:

Prestação 1: Paga no ato da inscrição. SEM ESTE PAGAMENTO A INSCRIÇÃO NÃO SERÁ CONSIDERADA.

Prestações 2, 3, 4 e 5: pagas até ao dia 08 dos meses subsequentes. Depois do dia 8, os valores lançados estão sujeitos a aplicação de JUROS DE MORA.

 

É obrigatória a entrega da DECLARAÇÃO DE COMPROMISSO DE PAGAMENTO após inscrição. SEM ESTE DOCUMENTO NÃO É POSSÍVEL PARTICIPAR NO CURSO.

 

Número máximo de participantes: 15 (QUINZE)

 

A SERIAÇÃO DOS CANDIDATOS É FEITA PELA ORDEM DE VALIDAÇÃO DAS INSCRIÇÕES.

 

POR QUESTÕES DE LOGÍSTICA, NÃO SERÁ PERMITIDO AOS PARTICIPANTES PERMANECER NAS INSTALAÇÕES DA FACULDADE APÓS AS 23H00. SOLICITA-SE, POR ISSO, QUE TOMEM AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS PARA QUE QUESTÕES DE LIMPEZA E MANUTENÇÃO DE MATERIAIS FIQUEM RESOLVIDAS ATEMPADAMENTE A FIM DE SE OBSERVAR ESTA CONDIÇÃO.

 

MATERIAIS (A ADQUIRIR APÓS A PRIMEIRA SESSÃO):

–  materiais riscadores; tesoura; fita cola de papel; agulhas com vários tamanhos de buraco; várias qualidades de linhas, fios, etc.

 

Método de avaliação

A avaliação será de acordo com os parâmetros definidos de assiduidade (10%), empenho nas aulas e trabalho coletivo (40%), e apresentação de um projeto individual (50%).

A classificação final é feita numa escala de 0 a 20. A aprovação, a verificar-se, é feita numa escala positiva de 10 a 20 (conforme consta do Regulamento de Criação, Acreditação Interna e Creditação dos Cursos de Formação na Área de Educação Contínua da UP).

 

Certificação:

Aos  participantes será emitido:

– um certificado de formação contínua com avaliação (classificação quantitativa) e créditos.

A prova de habilitação académica superior, quando solicitada, é da exclusiva responsabilidade do formando e tem de ser apresentada até data anterior ao início do curso.

Aos participantes que desejem frequentar o curso na vertente LIVRE será emitido:

– um certificado de frequência.

A opção dos formandos de frequentar este curso na vertente livre é tomada impreterivelmente em data anterior ao início do curso, e comunicada por escrito para formcontinua@fba.up.pt.

A emissão e atribuição de qualquer tipo de certificado estão condicionadas à frequência do curso (mínimo 75%) não excedendo o limite de faltas.

No caso do formando exceder o limite de faltas e/ou não obter aproveitamento após processo avaliativo, não tem direito a qualquer certificado.

O pedido de emissão de certificado é feito por escrito e a emissão está sujeita a pagamento de emolumentos no valor representado na tabela em vigor.

BIBLIOGRAFIA

ABRAM, David (1964) A Magia do Sensível. Lisboa: Edições Fundação C. Gulbenkien. (p.130,131)

Art and Textile Fabric as Material Concept in Modern Art from Klimt to the Present: Stuttgart: Hatje Cantz. (pp.46 a 55)

BARTHES, Roland (2009) O Óbvio e o Obtuso. Lisboa: Edições 70.

BERNADAC, Marie-Laure (1995). Louise Bourgeois. Paris. Flammarion. (pp. 14, 29, 32)

BUTLER, Cornelia H.; ZEGHER, Catherine de (2011) On Line Drawing Though the Twentieth Century. Nova Iorque: The Museum Of Modern Art.

CARNEIRO, Alberto (1995). Campo Sujeito e Representação no Ensino e na Prática do Desenho /Projeto. Porto: FAUP, Publicações. (p.36)

CASTRO, E.M. de Melo (1985). Introdução ao Desenho Têxtil. Lisboa: Editorial Presença.

DELEUZE, Gilles (2002) Francis Bacon Lógica da Sensação. Lisboa: Orfeu Negro.

GUNNER, Janice (2007). Shibori for Textile Artists. Nova Iorque: Kodansha.

ROSAND, David (2002) Drawing Acts – Studies in Graphic Expression and Representation. Cambridge: Cambridge University Press, p. 13, 14.

RUSKIN, John ( 1991)  The elements of Drawing.London: Herbet Press.

SINGER, Ruth (2013) Fabric Manipulation. Londres: David and Charles.

FLUSSER, Vilém (2010). Uma filosofia do Design A Forma das Coisas. Lisboa. Relógio D´Água. (pp.107 a 110)

INGOLD, Tim (2007). Lines A Brief History. Nova Iorque: Routledge Taylor and Francis Group.

WALLNER, Julia (2014). “Rosemarie Trockel: Life Means Knitting Pantyhose”. In Bruderlin, Markus (ed.) (2014).

Art and Textiles, Fabric as Material and Concept in Modern Art from Klimt to the Present. Wolfsburg: Kunstmuseum Wolfsburg.

ZEGHER, Catherine de (2006). “Drawing/Bandage/Bondage or Eva Hesse Caugth in the Triangle of Process/Content/Materiality”. In de Zegher, Catherine (Ed.) Eva Hesse Drawing. New York,: The Drawing Center. (pp. 59-116)

Anúncios