INSCRIÇÕES ENCERRADAS! DESENHO DE FIGURA HUMANA

DESENHO DE FIGURA HUMANA
com Modelo Vivo

Horário: 34 sessões (68h) | de 07 de março a 25 de julho de 2019 (segunda e quinta) | Pós-laboral (19h00 > 21h00)

Créditos: 7,5 créditos ECTS (European Credit Transfer System – relevante para estudantes de curso de 1.º ciclo do Ensino Superior)

Formadores: Ricardo Leite e Filipe Matos

Supervisão Científica: Professor Doutor Ricardo Leite

Ricardo Leite

Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, concluída em Outubro de 1999, com média final de 14 valores. Doutorado pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Assistente Convidado na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto desde 2010 na Unidade Curricular Atelier I – Pintura. Assistente Convidado na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto em 2009/10 e desde 2011 em Desenho I. Das várias exposições individuais e coletivas que regularmente realiza desde 1996, destaca-se a participação na BP/ Amoco Award na National Portrait Gallery em Londres, Reino Unido (2000). Em 2006 venceu o prestigiado Prémio Revelação de Pintura Caixa Geral de Depósitos/ Centro Nacional de Cultura. Em 2014 pintou o retrato do eminente historiador Professor José Augusto França para a coleção da Academia Nacional de Belas Artes, onde se encontra exposto. Em 2017 realizou a exposição “Retratos”, no Núcleo de Arte Contemporânea (NAC) de Tomar, com 22 retratos de personalidades escolhidas pelo Professor José Augusto França,  como Júlio Pomar, Siza Vieira, José de Guimarães, Maria do Céu Guerra, Maria Teresa Horta, Mário Cláudio, José Sasportes, Gonçalo Byrne, entre outros. A mesma exposição inaugurou a 3 de fevereiro de 2018 no Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto (http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/agenda/exhibitions/retratos-desenhos-de-ricardo-leite/). Ainda em 2018 e também no Museu Nacional de Soares dos Reis, teve exposto um auto-retrato, em diálogo com a coleção, no âmbito da 25.ª Ação Estética Quase Instantânea, entre Julho e Dezembro. Em Julho , expôs “Et circa identitatem reflexes – autorretratos de Ricardo Leite”, na Quase Galeria / Espaço T, patente até Setembro de 2018.

http://www.ricardo-leite.com

Minuto 31.05:
https://www.rtp.pt/play/p4236/e358499/jornal-2

Filipe Matos

Vive e trabalha em Lisboa. Concluiu o curso de Artes Visuais – Multimédia, Variante Pintura na Universidade de Évora em 2010 e o Mestrado em Ensino de Artes Visuais pela mesma Universidade em 2012. Participou em várias exposições colectivas desde 2009 e apresentou quatro exposições individuais (2011, 2012, 2013 e 2014). Foi vencedor do prémio Abel Manta de Pintura 2011  (1.º e 3.º lugar, Gouveia). Conquistou ainda o 1.º lugar  na  2.ª edição do concurso de Pintura Rápida – Pintar Pavia – 2010. Atribuição de menção honrosa na área de pintura no Concurso Aveiro Jovem Criador 2009. Desde 2015 colabora como formador nas unidades DESENHO DE FIGURA HUMANA  e  DESENHO DE FIGURA HUMANA/ COMPOSIÇÃO promovidas pelo Gabinete de Formação Contínua, na Faculdade de Belas Artes da U.Porto. A sua mais recente exposição, Lá em Baixo pintura. desenho .objetos, realizou-se na Galeria Monumental, em Lisboa, onde foi vista entre 10 de março e 07 de abril de 2108.

www.filipematos.yolasite.com

http://matos-filipe.tumblr.com/

Destinatários:
Estudantes do ensino secundário da área artística; estudantes do Ensino Superior: Belas Artes, Arquitetura, Design (moda, equipamento, gráfico).
Candidatos com capacidade para a frequência do ensino superior:
– interessados em dar continuidade à prática do desenho e a iniciar-se no Desenho de Figura Humana;
– público em geral com formação básica certificada em Desenho;
– auto-didatas com interesse em solidificar os conhecimentos práticos em desenho e em desenvolver a prática de Desenho de Figura Humana.

Propinas (VER CONDIÇÕES DE PAGAMENTO):
FBAUP/ UP – Estudantes, Docentes e Funcionários:
 5 prestações de 98,00 Euros |
Público em Geral: 5 prestações de 110,00 Euros  |
Seguro escolar: 2,00 Euros |

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA EFETUAR CANDIDATURA: CERTIFICADO DE HABILITAÇÕES LITERÁRIAS

Objetivos:

Muito se tem escrito sobre a importância do desenho no ensino. Tendo em conta as suas múltiplas vertentes (desde o vasto domínio do desenho técnico ao artístico), será certamente importante fazer aqui uma apresentação dos propósitos e enquadramento desta unidade:

– desenhar  por observação direta será a sua característica basilar. Os exercícios encadeiam-se num propósito pedagógico cujo principal objetivo é promover a prática do desenho como expressão individual; sensibilizar os participantes para a articulação da perceção com a representação, tendo  em conta os diferentes materiais e os seus meios expressivos;

– desenvolver as capacidades críticas dos participantes no confronto seja no que diz respeito aos resultados obtidos no decorrer das sessões, seja no que se refere à visualização de reproduções ou originais.

Conteúdos Programáticos:

– O sentido tátil/ introdução – a experiência do contorno.
– O desenho de contorno cruzado.
– Desenho gestual – introdução ao movimento da figura.
– A figura em movimento.
– A articulação de desenho de movimento e desenho de contorno.
– Desenho de movimento e contorno cruzado.
– Desenho de peso.
– Desenho de modelação.
– Desenho de sequência de poses/gestual ou movimento.
– Desenho de sequência de poses/gestual ou movimento com modelação.
– Estudo de forma com modelação.
– Medidas e proporções.
– Movimento e desenho gestual/contorno rápido.
– Desenho gestual e desenho de modelação.
– Intensificação do desenho de contorno tornando-o mais lento.
– Variações da figura em movimento.
– Introdução ao estudo do panejamento.
– Estudos de contorno com a figura vestida.
– Desenho gestual prolongado.
– Luz/sombra.
– Luz/sombra- com panejamentos.
– Luz/sombra| Linha e mancha.

Material a trazer na primeira aula:

– Lápis de grafite 3B, um afia, molas, 4 folhas A2 de papel de cenário e/ou cavalinho e 1 folha A2 de papel vegetal.

A lista da totalidade dos materiais a utilizar durante a unidade será apresentada na primeira sessão.

Imagem: (c) ANTÓNIO PINA

Informações

Condições de pagamento:

Prestação 1 e seguro escolar: pagos no ato da inscrição. SEM ESTE PAGAMENTO A INSCRIÇÃO NÃO É CONSIDERADA.

Prestações 2, 3 ,4 e 5: pagas até ao dia 08 dos meses subsequentes. Depois do dia 8, os valores lançados estão sujeitos a aplicação de JUROS DE MORA.

O pagamento das prestações 2, 3, 4 e 5 pode ser feito:
a) pessoalmente, na Tesouraria FBAUP (de segunda a sexta-feira, 09h30>12h00 | 14h00>16h00);
b) remotamente, através de referência MB (que deverá ser gerada pelo próprio utilizador na sua conta corrente).

Para os formandos que optarem pelo modo de pagamento PARCELADO, é obrigatória a entrega da DECLARAÇÃO DE COMPROMISSO DE PAGAMENTO após inscrição. SEM ESTE DOCUMENTO NÃO É POSSÍVEL PARTICIPAR NA UNIDADE.

Número mínimo de participantes: 10 (DEZ)
Número máximo de participantes: 17 (DEZASSETE)

A SERIAÇÃO DOS CANDIDATOS É FEITA PELA ORDEM DE PAGAMENTO DAS INSCRIÇÕES.

Método de avaliação:

As aulas terão uma componente teórica onde será utilizado o método expositivo, tendo como principal objetivo enquadrar o formando na área de utilização. A este método acrescentar-se-á o método demonstrativo, através de exercícios práticos, e o interrogativo, de forma a aferir a evolução das competências adquiridas ao longo da formação.

Dois tipos de avaliação:

– a avaliação contínua, que se refere a uma análise crítica aos resultados obtidos em cada sessão;

– avaliações individuais, em que cada participante mostrará o trabalho produzido nas sessões para uma análise qualitativa (primeiro momento) e quantitativa (avaliação final).

Critérios de avaliação e percentagens associadas:

50% – Quantidade e qualidade do trabalho produzido no espaço de aula
35% – Participação evolutiva
15% – Assiduidade e pontualidade

A classificação final é feita numa escala de 0 a 20. A aprovação, a verificar-se, é feita numa escala positiva de 10 a 20 (conforme consta do Regulamento de Criação, Acreditação Interna e Creditação dos Cursos de Formação na Área de Educação Contínua da U.Porto).

A não aprovação dos formandos pode resultar de:

  1. Assiduidade inferior a 75% do número de horas presenciais;
  2. A não apresentação do trabalho individual/ portefólio;
  3. Um valor médio de desempenho inferior a 50%.

Para efeito de confirmação de falta será considerada uma tolerância de 15 minutos.

Os formandos que reprovarem por falta de assiduidade só serão considerados para unidades de formação futuras caso haja vagas sobrantes.

Certificação:

Aos  participantes será emitido:

– um certificado de formação contínua com avaliação (classificação quantitativa) e créditos.

A prova de habilitação académica superior, quando solicitada, é da exclusiva responsabilidade do candidato e tem de ser apresentada até data anterior ao início do curso.

O pedido de emissão de certificado é feito por escrito para formcontinua@fba.up.pt, no final da unidade de formação, após tomada de conhecimento da avaliação,  e  a emissão está sujeita a pagamento de emolumentos no valor representado na tabela em vigor.

BIBLIOGRAFIA (DOCUMENTAÇÃO DE APOIO):
GOLDSTEIN, Nathan; Figure drawing: the structure, anatomy and expressive design of the human form. New Jersey: Pearson/ Prentice Hall, 1993
GOLDSTEIN, Nathan; The art of responsive drawing. Englewood Cliffs: Perason/ Prentice Hall, 1997.
HALE, Robert Beverly; Drawing lessons from the great masters. New York: Watson-Guptill Publications, 1989.
HALE, Robert Beverly; Master class in figure drawing, compiled and edited by Terence Coyle. New York: Watson-Guptill Publications, 1991.
NICOLAIDES, Kimon; The natural way to draw: a working plan for art study. Boston: Houghton Mifflin Company, 1969.