TURMA COMPLETA! INICIAÇÃO À ILUSTRAÇÃO: DA METÁFORA LITERÁRIA À METÁFORA VISUAL

TURMA COMPLETA!
*INSCRIÇÕES ENCERRADAS*

INICIAÇÃO À ILUSTRAÇÃO: DA METÁFORA LITERÁRIA À METÁFORA VISUAL

Horário: 7 sessões (20 Horas) de 11 março a 06 maio de 2019 (segunda-feira) | Pós-laboral (19h00 > 22h00)

Créditos: 2, 5 Créditos ECTS (European Credit Transfer System – relevante para estudantes de curso de 1.º ciclo do Ensino Superior)

Formadora: Constança Araújo Amador

Supervisão Científica: Professor Doutor Rui Vitorino Santos

CONSTANÇA ARAÚJO AMADOR
Constança Araújo Amador vive no Porto. Mestre em Ilustração e Animação, Pós-Graduada em Gestão Cultural e Licenciada em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Frequentou a AVU – Akademie Vytvarnych Umeni v Praze, em Praga, República Checa. Expõe desde 2006 e desenvolve o seu trabalho de ilustração para livros, jornais e revistas, montras e murais, a partir da Poesia Contemporânea Portuguesa. Poetas como Ruy Belo, Mário Cesariny, Herberto Helder e Daniel Faria são o seu ponto de partida, da palavra à mancha de aguarela. Foi diretora de ilustração do Jornal Universitário do Porto.
Orienta e realiza oficinas de artes visuais e ilustração e é Monitora do Serviço Educativo no Núcleo de Arte da Oliva Creative Factory, em São João da Madeira

website: www.aconstanca.com
facebook: www.facebook.com/aConstanca

Destinatários:
Estudantes de design e artes; graduados na área de design, ilustração e artes; outros interessados com frequência universitária (preferencialmente); estudantes do Ensino Secundário da área das Artes Visuais. Público em Geral com capacidade para a frequência do ensino superior, com interesse pela área.

Propinas:
Inscrição: 50% do valor da propina (deduzido ao valor abaixo indicado)
UP/FBAUP – Estudantes, Docentes e Funcionários: 125,00 Euros |
Público em Geral:  150,00 Euros |
Seguro escolar: 2,00 Euros |

INSCRIÇÕES ENCERRADAS.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA EFETUAR CANDIDATURA: CERTIFICADO DE HABILITAÇÕES LITERÁRIAS


Conteúdos Programáticos

Sessão I

  • Apresentação do curso, objectivos e propostas a serem desenvolvidas;
  • Introdução à Ilustração – contextualização histórica às múltiplas práticas atuais;
  • Exercício prático

Sessão II

  • Tipos de ilustração;
  • Suportes e materiais, alternativas e soluções;
  • A ilustração e as suas técnicas;
  • Questões e decisões práticas;
  • O Desenho: o ponto, a linha, a mancha e a personagem na Ilustração;
  • Exercício Prático

Sessão III

  • Noções e conceitos – a Metáfora Literária e a Metáfora Visual;
  • Relação entre a Palavra e a Imagem;
  • A palavra, o conto, o texto, a poesia, as notícias;
  • Exercício prático

Sessão IV

  • Métodos de planeamento, organização, elaboração e desenvolvimento de um projeto;
  • Público-alvo e objectivos;
  • Características de apresentação;
  • Como organizar uma exposição de ilustração;
  • Ferramentas e formas de comunicação – a partilha nas redes sociais;
  • O mercado;
  • Iniciação das propostas de projeto

Sessão V e VI

Desenvolvimento de projeto

Sessão VII

Apresentações de projetos

Imagem: (c) CONSTANÇA ARAÚJO AMADOR

Informações

Modo de pagamento:

50% do valor da propina e seguro escolar: pagos no ato da inscrição. SEM ESTE PAGAMENTO A INSCRIÇÃO NÃO É CONSIDERADA.

Valor remanescente da propina: pagos até data anterior ao início do curso.

A frequência desta unidade de formação pressupõe o pagamento integral dos valores associados à mesma antes da sua data de início.

Número máximo de participantes: 12 (DOZE)

Necessidades a colmatar pelos participantes: a lista de materiais será dada a conhecer na primeira sessão.

A SERIAÇÃO DOS CANDIDATOS É FEITA PELA ORDEM DE VALIDAÇÃO DAS INSCRIÇÕES.

POR QUESTÕES DE LOGÍSTICA, NÃO SERÁ PERMITIDO AOS PARTICIPANTES PERMANECER NAS INSTALAÇÕES DA FACULDADE APÓS AS 23H00. SOLICITA-SE, POR ISSO, QUE SEJAM TOMADAS AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS PARA QUE QUESTÕES DE LIMPEZA E MANUTENÇÃO DE MATERIAIS FIQUEM RESOLVIDAS ATEMPADAMENTE A FIM DE SE OBSERVAR ESTA CONDIÇÃO.

Método de Avaliação:

  1. Assiduidade;
  2. Participação (inclui também avaliação aos exercícios propostos em cada sessão);
  3. Projeto
    1. Teórico
    2. Pesquisa e fundamentação teórica sobre uma seleção projetual a partir de referências documentais, estéticas e narrativas;
    3. Projeto prático;
    4. Desenvolvimento de uma série de trabalhos de ilustração como projeto autoral;
    5. Resultado e Apresentação.

Critérios de avaliação e percentagens associadas:

  1. Assiduidade 10%
  2. Participação (medida através de observação direta no decurso das sessões) 30%
  3. Trabalho Individual (60%):
  • Proposta: 15%,
  • Desenvolvimento do projeto individual: 35%,
  • Resultados: 10%

A classificação final é feita numa escala de 0 a 20. A aprovação, a verificar-se, é feita numa escala positiva de 10 a 20 (conforme consta do Regulamento de Criação, Acreditação Interna e Creditação dos Cursos de Formação na Área de Educação Contínua da UP).

A não aprovação dos formandos pode resultar de:

  1. Assiduidade inferior a 75% do número de horas presenciais;
  2. A não apresentação do trabalho individual/ portefólio;
  3. Um valor médio de desempenho inferior a 50%.

Para efeito de confirmação de falta será considerada uma tolerância de 15 minutos.

Os formandos que reprovarem por falta de assiduidade só serão considerados para unidades de formação futuras caso haja vagas sobrantes.

Certificação:

Aos  participantes será emitido:

– um certificado de formação contínua com avaliação (classificação quantitativa) e créditos.

A prova de habilitação académica superior, quando solicitada, é da exclusiva responsabilidade do candidato e tem de ser apresentada até data anterior ao início do curso.

O pedido de emissão de certificado é feito por escrito para formcontinua@fba.up.pt, no final da unidade de formação, após tomada de conhecimento da avaliação,  e  a emissão está sujeita a pagamento de emolumentos no valor representado na tabela em vigor.

BIBLIOGRAFIA (DOCUMENTAÇÃO DE APOIO)
ALDRICH, Virgil C. (1968). Visual Metaphor: Author(s): Journal of Aesthetic Education, Vol. 2, No. 1. University of Illinois;
AMARAL, Patrícia Matos (2003). Do Paradigma ao Modelo – A relevância da metáfora para a compreensão do processo interpretativo. Coimbra: Edições Colibri, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra,
BABO, Maria Augusta (2013). O Poder da Metáfora – Cadernos de Teorias da Arte: Arte_e_Signo (Série Geral 1). Porto: Universidade Católica do Porto;
BABO, Maria Augusta (2005). A dimensão imagética da metáfora – Revista de Comunicação e Linguagens – Retórica XXXVI. Lisboa: Relógio d’Água/CECL;
BARTHES, Roland (1977). Image, Music, Text. London: Fontana Press;
CANTINHO,  Maria João (2011). O voo suspenso do tempo: estudo sobre o conceito de imagem dialéctica na obra de Walter Benjamin. Lisboa: Imagem e Pensamento;
CARRIÓ & FERRER, Pep & Isidro (2013). Pensar con las manos. Valêcia: Universitat Politècnica de Valencia
CARROLL, Noël (2001). Beyond Aesthetics: Philosophical Essays. Cambridge: University Press;
FLUFERNIK, Monika & FREEMAN, Donald C. & FREEMAN, Margaret H. (1999). Metaphor and Beyond: An Introduction
Author(s): Reviewed work(s): Poetics Today, Vol. 20, No. 3, Metaphor and Beyond: New Cognitive Developments;
HUYGHE, Réne (1998). O Poder da Imagem. Lisboa, Edições: 70;
LAKOFF, George & JOHNSON, Mark (1980). Metaphors We Live By – Language, Thought, and Culture, University of Chicago Press: 1427;
MARTINS, Moisés de Lemos & MIRANDA, José Bragança de & OLIVEIRA, Madalena, GODINHO, Jacinto (eds.) (2011). Imagem e Pensamento, Coimbra: Grácio Editor;
MONDZAIN, Marie José (2007). Homo Spectator De la fabrication à la manipulation des images. França : Éditions Bayard;
PALAVRAS REUNIDAS, XVIII Encontro de Literatura para Crianças, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian;
RANCIÈRE, Jacques (2011). O Destino das Imagens. Lisboa: Orfeu Negro;
RICOEUR, Paul (1983). Metáfora viva. Porto: Rés Editora;
SHULEVITZ, Uri (1997). Writing with pictures: how to write and illustrate children’s books. New York: Watson-Guptill.